• Dra. Cátia Castro

Medo de ser o centro das atenções?



A ansiedade de desempenho é um termo usado para descrever uma reacção persistente de medo e ansiedade, diante da perspectiva de ter que fazer algo enquanto está a ser observado, por exemplo por uma audiência.


Muitas vezes apenas pensar em ter estar perante os outros, é o suficiente para desencadear uma ansiedade expressada por um conjunto de emoções e sintomas físicos, este tipo de ansiedade é também conhecida como "medo do palco".


A ansiedade de desempenho não é uma perturbação, e a muitas pessoas trazem-lhe desconforto até certo ponto. É normal, por exemplo, ficar nervoso(a) antes de fazer um discurso, ou uma apresentação, num evento ou no trabalho. Mas alguns tipos de ansiedade de desempenho podem ser muito desgastantes psicologicamente e tornando a vida bastante difícil, como ter problemas de desempenho relacionados à intimidade.


Caso a pessoa sofra de ansiedade constante de desempenho, e se o medo do palco não diminui, mas até parece piorar a cada apresentação exigida, pode ser que o medo do palco seja parte de um problema maior, como uma perturbação de ansiedade ou fobia social.


A ansiedade do desempenho é experimentada pela maioria das pessoas num momento das suas vidas, mesmo que seja apenas durante uma apresentação na escola, ou uma entrevista para um emprego.

E pode acontecer de forma bastante aleatória, com alguém que está habituado a estar na frente do público, e que de repente tem um momento de medo do palco.


A ansiedade de desempenho é vivida com mais frequência pelas pessoas cujos trabalhos envolvem apresentações ao público, como por exemplo os actores, músicos, políticos e estudantes.


A ansiedade severa de desempenho é menos comum. Este é o tipo de ansiedade de desempenho que começa a afectar seu próprio modo de vida, como por exemplo ter de mudar de emprego devido à ansiedade; não conseguir alcançar uma meta que é importante; os relacionamentos tornam-se difíceis; ou começa a achar que a sua vida social se tornou difícil e desafiadora devido a ter de se expor. Esse tipo de ansiedade de desempenho costuma estar relacionada, com o desenvolvimento de uma fobia social ou perturbação de ansiedade.


Quais são os sinais de ansiedade de performance?


A expressão dos sintomas de medo do palco são principalmente físicos. Estes são semelhantes aos de um ataque de pânico, o que é de se esperar, pois tanto o pânico quanto a ansiedade accionam a sua resposta inata de "lutar ou fugir".


Esses sinais podem incluir:


- coração a bater rapidamente

- respiração difícil

- sentir-se extremamente em modo de alerta ou extremamente cansado

- membros trémulos sentindo-se tonto(a) e desorientado(a)

- boca seca

- sudação

- mudez ou gagueira

- rubor nas faces

- vómito, diarreia, visão turva (apenas casos extremos)


Os sintomas psicológicos do medo do palco envolvem pensamentos negativos e dúvidas sobre si, como pensar "Eu sou uma fraude", "Eu não deveria estar aqui", "Vou fazer um papel ridículo" e "Eu sou um inútil".


A ansiedade de desempenho também pode desencadear o pensamento preto e branco. Isso significa que a pessoa presume o resultado mais extremo, como pensar que o seu desempenho resultará na perda do emprego, que nunca mais conseguirá encarar as pessoas.


Como se desencadeia a resposta da ansiedade?


Os sintomas de ansiedade de desempenho, pode ter haver com ​​o desencadeamento da resposta "lutar ou fugir". A reacção de lutar ou fugir faz com que o corpo active seu sistema nervoso simpático, libertando substâncias químicas como adrenalina e cortisol. Construída no cérebro humano como uma medida protectora em tempos pré-históricos, quando havia uma hipótese real de ataque de animais selvagens ou outros humanos, a resposta muitas vezes é excessivamente forte para os 'perigos' modernos, como a sensação de que vamos fazer um papel ridículo.


Mas porque a ideia de estar perante os outros numa audiência, desencadeia uma forte resposta de luta ou fuga em algumas pessoas, mas não em outras? Vários factores podem estar em jogo para fazer uma pessoa ter medo do palco e outra não, e essas causas podem ser exploradas através da psicoterapia.


Isso pode incluir:


Temperamento - algumas pessoas são mais introvertidas do que outras, o que significa que ficam mais ansiosas em certas situações.


Experiências anteriores - se a pessoa teve uma má experiência ao fazer uma apresentação no passado, ou foi provocado por algo aquando criança, como por exemplo um papel numa peça de escola, ou recebeu atenção negativa que não queria, isso pode estar inconscientemente alimentando a ansiedade em relação ao desempenho no presente.


Nível de especialização - é mais comum ter ansiedade de desempenho se for a primeira vez que está a fazer algo, pois ainda não tem um histórico de ter se sentido bem perante uma situação bem sucedida.


Stresse situacional - se a sua vida é actualmente stressante, é mais provável que se sinta cansado(a) e emocionalmente sensível, o que pode torná-lo(a) mais vulnerável ao medo do palco.


Quais as possíveis consequências se não tiver intervenção?


Se a pessoa tem ansiedade de desempenho pontual, é improvável que esta cause problemas a longo prazo. Depois da apresentação, entrevista ou espectáculo terminar, a pessoa provavelmente sentir-se-á bem novamente.


Porém, se a ansiedade de desempenho é um problema constante, e não procura apoio, pode haver consequências a longo prazo. A pessoa pode nunca progredir na carreira ou estar em empregos que não correspondem ao nível de competências, com receio de ter de tarefas relacionadas com o estar a perante um conjunto de pessoas, deixando para trás relacionamentos ou experiências de vida que deseja.

Com o tempo, não viver de acordo com o potencial pessoal pode desgastar a auto-estima. Visto que a baixa auto-estima é a principal causa da depressão, a ansiedade de desempenho pode desencadear um ciclo que leva a perturbações de humor ou, em alguns casos, perturbações de ansiedade e fobias.


Algumas sugestões para lidar com a ansiedade de performance:


- Coloque a sua atenção no trabalho

A ansiedade do desempenho tende a cegar-nos para o óbvio - que o público está mais interessado no espectáculo ou tema, ou seja, pode pensar sobre quando se está mais obcecado(a) pela sua ansiedade e pelo que os outros vão pensar da si, do que pelo trabalho propriamente dito. Embora a ansiedade de desempenho possa ter expressão de maneiras diferentes, é evidente que quanto mais preparada a pessoa estiver para o tempo na frente de uma plateia, mais confiante e em controle provavelmente a pessoa se sentirá. Considere perguntar a alguém, que já tem mais experiência do ramo de trabalho onde está, sobre conselhos ou orientação que possa ajudar.


- Aceite sua ansiedade

A ansiedade de desempenho tende alimentar-se de resistência.

Quanto mais a pessoa tenta lutar contra a ansiedade, maior pode ser o pânico.

Aceitar que algum nível de medo do palco é normal. Observar as suas reacções corporais (coração acelerado, suor) e aceitar que são respostas normais de "lutar ou fugir", tende a acalmar o corpo e ajudá-lo a relaxar. A pessoa pode pensar quanto do que está a sentir é realmente ansiedade, e quanto é um sentimento mais positivo de excitação?


- Estar atento

A meditação Mindfulness ajuda a concentrar-se momento presente. Isso é muito útil quando se trata de ansiedade, porque as ansiedades tendem a basear-se no passado (não me saí bem da última vez) e no futuro (se for péssimo, vou perder o meu emprego).

Se a pessoa se concentrar no que está a acontecer no momento presente, nem sempre é uma imagem tão má. Na verdade, a atenção plena ajuda a reconhecer os pensamentos negativos por detrás da sua dúvida, o que significa que tem mais oportunidades de substituir esses pensamentos por outros mais realistas. Por exemplo, se a pessoa estiver atenta o suficiente, poderá pensar que se está insegura em falar em público, pode lembrar-se de que fez um discurso noutra situação que correu bem.


- Observe o pensamento em preto e branco

A ansiedade geralmente fala em preto e branco. Em outras palavras, a pessoa pensará nos piores cenários. Tentar perceber quando o está a fazer, e tentar pensar de uma forma mais equilibrada. Por exemplo, se a pessoa tem que fazer um discurso num casamento de um amigo e pensa que será motivo de ridículo, avalie a lógica disso, num ambiente entre amigos e pessoas conhecidas, será potencialmente mais seguro e acolhedor.

Poderá analisar se fez um discurso no passado e conseguiu superá-lo? O que são pensamentos mais realista? Que algumas pessoas podem gostar do seu discurso e outras não, mas não é o foco do evento no geral?


- Relaxe seu corpo

Aprender algumas actividades para que possa relaxar rapidamente o corpo, pode ser muito útil, pois diminui a reacção de luta ou fuga que o(a) deixa ansioso(a). Pode querer experimentar um processo denominado relaxamento muscular progressivo. Ou aprender a respiração profunda e relaxante, como a respiração estável que pode ser parte de uma prática de atenção plena.


- Mudança de perspectiva

A ansiedade de desempenho pode fazer com que a pessoa se veja apenas, da perspectiva muito estreita do seu crítico interno. Tente ver o quadro maior e mais geral e procurar descentrar-se. O que seu público realmente pensa - eles estão tão preocupados quanto você? Quão importante é esse desempenho, realmente, no grande esquema das coisas?


- Cuide de si

Sentir-se exausto ou mal controlado(a) torna muito mais fácil sentir-se ansioso(a). Durante a semana, se sabe que vai sentir ansiedade de desempenho, empenhe-se para cuidar de si mesmo(a). Alimente-se bem, reserve um tempo para fazer exercícios e durma o suficiente.


A psicoterapia explora as dimensões individuais da ansiedade de desempenho, procurando conhecer-se melhor, e sobretudo num pensamento acompanhado.

Para marcação: catiacastro.psicologia@gmail.com

Siga-me em

  • Instagram

© 2020 por CC Design. © Todos os direitos reservados.

BandeiraUK.png